Imprimir
Compartilhar

Assumiu, no dia 21 de janeiro de 2015, a presidência da Fundação Ulysses Guimarães (FUG), cargo que já havia ocupado anteriormente, de setembro de 2001 a junho de 2007. Foi empossado imediatamente após o Conselho Curador da Fundação ter aprovado por unanimidade sua indicação à presidência.

Instituição de direito privado, sem finalidade lucrativa, e com crenças compartilhadas com o Partido do Movimento Democrático Brasileiro, a Fundação Ulysses Guimarães foi criada para desenvolver projetos de pesquisa aplicada, doutrinação programática e educação política para o exercício pleno da democracia.

À frente da Fundação, Moreira Franco entregou ao vice-presidente da República e presidente nacional do PMDB, Michel Temer, a proposta de Reforma Política formulada pelo Grupo de Trabalho da Instituição. De forma pioneira, a Fundação realizou uma pesquisa aberta que envolveu a sociedade na discussão do tema e organizou seminário com cientistas políticos de vários estados.

Na presidência da FUG, Moreira Franco recebeu a tarefa de Michel Temer de reestruturar as bases partidárias do PMDB para as eleições municipais de 2016. Um das iniciativas de Moreira foi investir em tecnologia para mobilizar e organizar a militância do partido.

Além de desenvolver estudos e de realizar cursos em todo o País formando gestores e cidadãos capacitados para ingressar nas discussões políticas, a Fundação Ulysses Guimarães, a partir da gestão de Moreira, é responsável por formular o novo programa partidário do PMDB.

No dia 17 de novembro de 2015, será realizado o Congresso Nacional da Fundação Ulysses Guimarães. Idealizado por Moreira para debater o novo estatuto partidário e a criação de um novo programa de governo do PMDB, o Congresso será um evento importante para promover a união e o debate interno do partido.

Em conjunto com o PMDB, a FUG apresentou a primeira versão do documento intitulado “Uma Ponte para o futuro” que contém propostas econômicas para tirar o Brasil da crise. O programa, que será debatido internamente por toda base peemedebista durante o Congresso da Fundação, preconiza uma posição econômica vigorosa e focada no equilíbrio fiscal, nos investimentos, na livre iniciativa, na concorrência e na liberdade do mercado para que o País volte a gerar empregos, garantias sociais e a evoluir na qualidade de vida das famílias brasileiras.

“Temos que nos organizar e formular uma proposta que esteja ao alcance da compreensão e do engajamento de cada brasileiro, para que seja restabelecida a esperança e a confiança no futuro”, afirmou Moreira.

SAC Moreira 2200x1486
 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários

Relacionadas